CarboCountCity RECIFE na Conferência Internacional do INCT para Mudanças Climáticas


ARIA do Brasil apresentou a metodologia do Projeto CarboCountCity RECIFE para audiência de especialistas em mudança do clima na Conferência Internacional do INCT para Mudanças Climáticas

A equipe técnica da empresa ARIA do Brasil participou nos dias 28, 29 e 30 de setembro de 2016 da Conferência Internacional do INCT para Mudanças Climáticas no auditório APAS, em São Paulo.
O evento foi organizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O objetivo do evento foi apresentar os resultados encontrados nas pesquisas desenvolvidas pelo comitê científico do INCT e as perspectivas para o futuro. Foram realizadas palestras as quais abordavam 13 temas integradores, que são:

• Observações e atribuição das mudanças climáticas;
• Segurança alimentar;
• Segurança hídrica;
• Segurança energética;
• Saúde;
• Biodiversidade;
• Desastres naturais;
• Gases de Efeito Estufa;
• Dimensões humanas;
• Zonas costeiras e oceanos;
• Amazônia e REDD;
• Cenários climáticos para estudos de IVA;
• Modelagem do sistema terrestre e interações biosfera-atmosfera.

A ARIA do Brasil esteve presente também, no dia 28 de setembro, na sessão de pôster do evento onde apresentou o Projeto CarboCountCity Recife.



<>

Participação da Equipe Técnica da ARIA do Brasil na sessão de Pôster da Conferência Internacional do INCT para Mudanças Climáticas.

O Projeto CarboCountCity Recife foi realizado a partir de uma parceria entre o Laboratoire des Sciences du Climat & de L’Environnement (LSCE) e o Governo do Estado de Pernambuco, sendo representado pela Agência Estadual de Meio Ambienta (CPRH) e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) visando monitorar as emissões de gases de efeito estufa, principalmente de CO2, na cidade do Recife. O projeto buscou estabelecer um piloto da metodologia que utiliza uma abordagem “top-down”, ou seja, baseada em técnicas de monitoramento atmosférico e de inventários espacializados e modulados temporalmente.

Mais informações sobre o evento estão disponíveis no website criado para a Conferência Internacional do INCT para Mudanças Climáticas 2016.




voltar para o topo